Pesquisar
Uma Mulher Doce chega esta semana às salas de cinema

Sergei Loznitsa volta à ficção com uma viagem a um país onde existe crime mas não a punição, livremente inspirado num conto de Fiódor Dostoyevsky.




Depois dos documentários A PRAÇA (2014) e AUSTERLITZ (2016), Sergei Loznitsa volta à ficção onde faz uma viagem a um país onde existe crime mas não a punição, livremente inspirado num conto de Fiódor Dostoyevsky.

Uma mulher vive sozinha numa aldeia na Rússia. Certo dia, é-lhe devolvida uma encomenda que enviara para o marido na prisão. Surpreendida e confusa, não tem outra escolha se não dirigir-se à cadeia situada numa região remota do país, de modo a obter uma explicação. É assim que tem início a batalha contra uma fortaleza impenetrável, a prisão onde as forças sociais do medo estão em constante movimento. Enfrentando a violência e a humilhação, embarca, contra tudo e contra todos, numa busca cega por justiça.

Sergei Loznitsa retrata um pesadelo real na sociedade russa em que uma cidade vive através de uma prisão e do crime à volta dela, e onde não há saída possível contra a lei do silêncio.

O filme esteve na Selecção Oficial de Cannes 2017.

UMA MULHER DOCE estreia esta semana em exclusivo no Cinema Ideal e no UCI Arrábida.


04-06-2018