Pesquisar
Utoya, 22 de Julho
um filme de Erik Poppe
Estreia: 15-11-2018
voltar

Com

Andrea Berntzen, Aleksander Holmen

Info
Título Original: Utøya 22. juli
Género: Drama
País: Noruega
Duração: 72'
Links

A 22 de Julho de 2011, mais de 500 jovens participavam num campo de férias político, nos arredores de Oslo, tendo sido atacados por um extremista de extrema-direita armado. Pouco antes de se dirigir à ilha de Utøya, o mesmo homem fizera explodir um edifício governamental em Oslo. Neste primeiro filme de ficção sobre o ataque, conhecemos Kaja, de 18 anos, e os seus amigos. O filme começa quando os jovens, chocados com os acontecimentos em Oslo, estão a tranquilizar os familiares, informando que estão muito longe do local. De repente, o som de tiros destrói o ambiente de segurança. O filme acompanha Kaja, que tenta sobreviver, minuto a minuto.

The Guardian
Festivais e Prémios


Festival de Berlim - Selecção Oficial 

Notas da Crítica

“É difícil descrever por palavras a vivência daquele horror. A minha esperança é que o filme nos permita compreendê-la para demonstrar ainda mais compaixão por aqueles que - por destino e coincidência - foram apanhados no caos quando o Mal se manifestou.” - Erik Poppe

É um tributo absorvente e comovente à coragem das jovens vítimas de Utøya. -The Guardian 

UTOYA, 22 DE JULHO não é só um filme de reconstituição, centrado numa tentativa de sobrevivência. É sim um acto político tornado cinema, que procura abrir os olhos e fazer bater o músculo do coração, com um realismo obstinado e uma genuína sensibilidade humanista. - Diário de Notícias  


O massacre da Noruega, num filme realista e perturbador, para servir de grito de alerta contra a ascenção da extrema-direita na Europa - Visão

Um filme brutal, inquietante, de puro terror (...) mas não podemos esquecer o que aconteceu - Jornal de Notícias

Uma experiência quase imersiva - Sábado